Túberas: As Trufas Alentejanas

As túberas ou túbaras é uma variedade de trufas existente com uma certa predominância no Alentejo e no Ribatejo. São aromaticamente menos intensas que as trufas, tendo um sabor bastante suave e delicado. As túberas são um segredo bem guardado e a maioria dos portugueses desconhece esta iguaria. O segredo da sua apanha é passado de pai para filho e raramente é partilhado fora do círculo familiar.



No ano passado devido ao inverno ter sido menos chuvoso a únicas que comi foram umas que nos tinham oferecido congeladas no ano anterior mas este ano com um inverno mais chuvoso já conseguimos arranjar frescas. A época da apanha das túberas começa normalmente no final de Fevereiro e termina no início de Maio.



Normalmente quem as apanha fá-lo para consumo próprio, congelando-as quando não são consumidas nos dias imediatos à apanha. Por vezes é possível encontrarem-se à venda embora não sejam fáceis de encontrar. Os meus pais têm conseguido compra-las por 10-15€ o quilo dependendo da qualidade. As túberas embora sejam da família das trufas são bastante menos intensas que estas e por isso deve-se ter alguns cuidados na sua preparação. Fundamentalmente devem ser combinadas com ingredientes cujos aromas não sejam muito fortes de modo a que os seus aromas delicados não sejam ofuscados.



O modo de preparação tradicional das túberas no Alentejo é com ovos mexidos. Devem ser lavadas e descascadas tendo cuidado para remover todos olhos escuros que fiquem pois provavelmente terão terra. As que não sejam consumidas nos dias imediatos à apanha devem ser congeladas depois de descascadas. Cortar em fatias finas como se fossem batatas para fritar às rodelas. Saltear as túberas em azeite até estarem passadas, juntar ovos batidos com sal (eventualmente um pouco de pimenta) e envolver. Ter cuidado para não deixar passar demasiado os ovos. Servir sobre uma fatia de pão torrado.



Por vezes faço uma pequena variação desta receita em que salteio cogumelos brancos (também chamados de cogumelos de Paris) juntamente com as túberas. Os cogumelos brancos são quase neutros em termos de sabor mas dão estrutura e volume permitindo os sabores das Túberas continuarem a sobressair.



Juntar cogumelos com sabores mais intensos ou outros produtos como bacon ou ervas não será normalmente uma grande ideia. Qualquer sabor mais intenso poderá sobrepor-se ao sabor das túberas. Recentemente tinha por aqui uns restos de lombo de porco e de frango assado que cortei em fatias e fiz com ovos. Juntei duas destas túberas que usei quase como tempero. Não correu mal mas o sabor das túberas acabou por passar um pouco para papel secundário como de resto esperava.

Cozinha para todos - www.wook.pt

5 comentários:

  1. Vendo tubaras de qualidade contacto 969158436

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As tubaras são "espontâneas"? Ou necessitam plantação? Dão-se no concelho de Coimbra Portugal? Muito grata, desde já, por uma resposta.

      Eliminar
    2. é muito dificil a sua plantação, embora na universidade de Evora já tenham tentado fazer essa mesma cultura.
      Que eu saiba não existem em coimbra

      Eliminar
    3. é muito dificil a sua plantação, embora na universidade de Evora já tenham tentado fazer essa mesma cultura.
      Que eu saiba não existem em coimbra

      Eliminar

Related Posts with Thumbnails Follow my blog with Bloglovin