Bloggers Day JMF 2014 - Visita à José de Sousa

Já desde há alguns anos que a José Maria da Fonseca organiza anualmente um visita para os bloggers de vinhos. Até agora tinha acompanhado estes eventos à distancia, com alguma inveja, confesso. Devido ao Peixe em Lisboa, onde a José Maria da Fonseca tem sido patrocinador desde a primeira edição, até conheço relativamente bem a oferta comercial produtos da José Maria da Fonseca. Mas por estas ocasiões passam sempre preciosidades que não estão disponíveis comercialmente ou que são de difícil acesso. Daí a inveja...

Bloggers Day JMF 2014 - Visita à José de Sousa - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: 4.º Concurso de Vinhos do Douro Superior elegeu os melhores da sub-região

Nota de imprensa

Bons Ares branco 2013 (Adriano Ramos Pinto Vinhos), Duorum Vinhas Velhas Reserva tinto 2012 (Duorum Vinhos) e Quinta de Ervamoira Porto Vintage 2005 (Adriano Ramos Pinto Vinhos) foram os grandes vencedores da 4.ª edição do Concurso de Vinhos do Douro Superior, iniciativa organizada pela Revista de Vinhos e que decorreu no último Sábado, integrada no Festival do Vinho do Douro Superior 2015, em Vila Nova de Foz Côa. Os resultados foram anunciados e os prémios entregues ontem, em cerimónia no próprio recinto do Festival (ExpoCôa).

Divulgação: 4.º Concurso de Vinhos do Douro Superior elegeu os melhores vinhos da sub-região - reservarecomendada.blogspot.pt

Eventos de Junho de 2015

Os eventos agendados para Junho de 2015 são os seguintes:

Adegga Wine Market Lisboa 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Descobrir o mundo da Rota de Tapas

Nota de imprensa

A 5ª edição da Rota de Tapas Estrella Damm regressou hoje a Lisboa e ao Porto até 7 de junho. Antes de se aventurar no mundo dos petiscos e da verdadeira tradição cervejeira, descubra tudo sobre os restaurantes aderentes.

Divulgação: Descobrir o mundo da Rota de Tapas - reservarecomendada.blogspot.pt

As Provas do Festival do Vinho do Douro Superior 2014

A menos de uma semana da 4ª edição do Festival do Vinho do Douro Superior fica aqui o último capitulo desta trilogia sobre a edição do ano passado. Nas últimas semanas já falei aqui das visitas e dos jantares e é agora a vez dos instantâneos das provas. Foram quatro as provas, três de vinhos, Tintos, Brancos e Portos e uma de Azeites. Pouco tempo após a chegada a Vila Nova Foz Côa tivemos a provas dos Tintos do Douro Superior que viria a ser uma das provas mais interessantes do evento. Organizada pelo João Paulo Martins, este procurou dar a provar uma amostra diversificada e representativa do Douro Superior, monocastas das castas mais representativas, vinhos de agricultura biológica, vinhos de vinhas velhas e obviamente vinhos de lote. Daquele que considerei o melhor vinho desta prova, o Ferreirinha Reserva Especial 2003 já falei aqui. Destaco ainda um outro vinho que gostei bastante, o Quinta do Lubazim Grande Reserva 2009 que mostrou um perfil predominantemente mineral com um ligeiro floral e com uns taninos finos e elegantes e algum apimentado.

As Provas do Festival do Vinho do Douro Superior 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: La Rosa-Carvalhas Hill Challenge: prova de biatlo no Douro a 20 de Junho

Nota de imprensa


La Rosa-Carvalhas Hill Challenge: prova de biatlo no Douro a 20 de Junho

Um dia em simbiose com a beleza da paisagem única do Douro, em contacto directo com a natureza e com a herança da indústria vitivinícola da região: é esta a proposta da Quinta de La Rosa e da Quinta das Carvalhas (uma das propriedades da Real Companhia Velha), que voltam a unir-se no próximo dia 20 de Junho para a 2.ª edição do La Rosa - Carvalhas Hill Challenge.

Divulgação: La Rosa-Carvalhas Hill Challenge: prova de biatlo no Douro a 20 de Junho - reservarecomendada.blogspot.pt

Nascida de uma iniciativa quase centenária, a La Rosa-Carvalhas Hill Challenge é uma prova de biatlo que soma à travessia do rio Douro a nado, numa extensão de 200 metros entre margens, uma corrida de quatro quilómetros em uphill, por entre socalcos e vinhas. Como o nome indica, a partida é na Quinta de La Rosa e a meta é no topo da Quinta das Carvalhas, situada 550 metros de altitude.

A prova foi reavivada em 2014, mas conta já com uma história de cerca de 90 anos – o primeiro registo escrito sobre a corrida, estabelecida pelo patriarca da família Bergqvist, data de 1927, um património histórico que faz a ponte entre o desporto e as actividades outdoor e o sector do vinho.

Esta edição moderna é impulsionada pelas duas famílias que gerem as quintas, os Bergqvist (Quinta de La Rosa) e os Silva Reis (Quinta das Carvalhas), que têm como elo de ligação uma longa amizade e, mais recentemente, o enólogo Jorge Moreira. A organização da prova está a cargo da Positive Life Sensations, empresa radicada em Vila Real e constituída por antigos alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Este ano, a prova conta com algumas novidades, como a possibilidade de criação de equipas – uma boa ideia para pais e filhos, casais mais aventureiros ou grupos de amigos que pretendam fazer da travessia a nado do rio e de uma subida pelos socalcos do Douro uma forma de passar um fim-de-semana fora do habitual – e realiza-se em três formatos.

Ao tradicional Hill Challenge, em que um só participante nada e corre, juntam-se o Hill Challenge Estafetas, para grupos de dois participantes, que se dividem entre a travessia a nado e a corrida uphill, e, para os menos aventureiros, uma Caminhada num estilo mais descontraído por entre a magnífica paisagem do Douro. Com dois pontos em comum – a partida da Quinta de La Rosa e a chegada à Quinta das Carvalhas – é uma experiência que culmina com um almoço na deslumbrante Casa Redonda, situada no topo da Quinta das Carvalhas e que tem uma vista de 360.º sobre o Douro.

Apesar do registo de passeio, a 2ª edição do La Rosa-Carvalhas Hill Challenge não é para levar a brincar, como o comprovam os prémios: estadas na Quinta de La Rosa e vinhos das duas Quintas, razões mais do que suficientes para rumar ao Douro e lutar pela vitória final.

O valores variam entre os €5,00 e os €20,00, mediante a opção escolhida e o timing de compra. As inscrições já podem ser feitas, através do no site da organização – www.plifesensations.com –, onde está também disponível o regulamento. Para mais informações, estão disponíveis os contactos plifesensations@hotmail.com e 919 767 438 e 965 172 354.

Sobre a Quinta de La Rosa:
A uma altitude de 400 metros e com uma vista privilegiada sobre a vila do Pinhão e sobre as margens do Douro, integra 55 hectares onde são produzidos anualmente cerca de 50 mil litros de vinho do Porto e 160 mil litros de Douro, além de azeite virgem de alta qualidade. Os vinhos Quinta de La Rosa marcam presença nas cartas dos principais restaurantes e retalhistas e são apreciados por chefes de renome como Mark Hix, Jamie Oliver ou Gordon Ramsey, além de Dieter Koschina (restaurante Vila Joya), Evaristo (Solar dos Presuntos) e Rui Paula (D.O.P.), em Portugal. A expansão internacional, depois de consolidada em mercados como Reino Unido, reforça-se agora nos mercados holandês, belga e norte-americano, na América do Sul e na China, Japão e México. Complementarmente à atividade vinícola e do azeite, a família Bergqvist aposta na arte de bem receber, com 14 quartos com vista para o Douro, piscina e duas casas independentes, a La Lamelas, com 6 quartos, e a Amarela, com 10 quartos, além de visitas guiadas, provas de vinhos e catering, num conjunto de serviços especialmente desenhados para os visitantes da região duriense.

Sobre a Quinta das Carvalhas:
A Quinta das Carvalhas situa-se no concelho de São João da Pesqueira, tendo uma posição predominante na encosta da margem esquerda do rio Douro virada para o Pinhão. Cobre toda a colina e ocupa também uma parte da encosta superior da margem direita do rio Torto. O ponto mais alto – onde está a Casa Redonda – está a 550 metros de altitude e é o local ideal desfrutar de uma paisagem a 360º. É, sem dúvida, o ponto de excelência para a observação da propriedade (e do Douro). Permite uma amostragem do território e do que mais belo o Douro tem para mostrar: dificilmente num outro local se consegue ver tanto em tão pouco tempo. Visitar a Quinta das Carvalhas é ver o Douro por dentro – com os trabalhos da vinha (como a poda, a escava ou a vindima), a apanha da azeitona ou a reconstrução dos tradicionais muros de xisto – e os melhores ângulos da sua paisagem. É ver vinhas com mais de 80 anos e encostas com 70 graus de declive; é admirar o rio Douro; é desfrutar de fauna e da flora em simbiose: pela Quinta das Carvalhas estão espalhados jardins, construídos com pedras de granito antigas e esteiros de xisto e onde foram plantadas várias espécies de flores, plantas e ervas aromáticas. Uma propriedade de enorme beleza e espectacularidade cuja referência escrita mais antiga que se conhece data de 1759, embora tenha sido mais recente a sua expansão para os actuais 500 hectares, através da aquisição e posterior emparcelamento de diversas propriedades subjacentes. Integrou o portefólio de quintas da Real Companhia Velha na década de 1950.


Vinhos do Porto: Real Companhia Velha lança LVB 2010 e Vintage 2012

A Real Companhia Velha tem novidades no que toca ao vinho do Porto. Da Quinta das Carvalhas chega ao mercado o Late Bottled Vintage (LBV) de 2010, um vinho cheio de personalidade, bastante encorpado e frutado, ideal para beber de imediato. Com a assinatura da casa mãe surge o sublime e intemporal Real Companhia Velha Porto Vintage 2012, produzido a partir de uvas de seleccionadas parcelas de Vinhas Velhas, de um ano em que as condições climatéricas deram origem a vinhos de excelência.


O Quinta das Carvalhas Porto LBV 2010 foi fermentado em lagares de granito e através do processo tradicional da pisa a pé, antes de cumprir um estágio de quatro anos em balseiros de carvalho. Com um volume de álcool de 20%, é um Porto de excepção e repleto de carácter: apresenta um bouquet equilibrado, com notas de cereja preta e nuances de esteva, complexadas com chocolate preto e leves toques de madeira. Tem densidade e firmeza, e um final muito longo e persistente, o que o torna na companhia ideal para queijos fortes e doces tradicionais de chocolate. Pode ser consumido de imediato, mas é detentor de uma excelente evolução em garrafa.

Das Vinhas Velhas da Real Companhia Velha chega-nos o Real Companhia Velha Porto Vintage 2012, um vinho de intensa cor púrpura, reveladora da sua juventude. Com um bouquet de fruta madura e nuances florais e de esteva, é um vinho que se revela firme, mineral e com grande definição. No entanto, mostra-se elegante e rico, com taninos suaves e um final de prova longo e persistente. Este Vintage de 2012, que deu origem a uma produção de 3.000 garrafas, exprime o carácter de um ano que se destacou pelo Inverno mais seco dos últimos 40 anos, tendo esta seca sido ligeiramente atenuada em Abril e Maio. A fraca precipitação e a consequente baixa disponibilidade de água nos solos condicionou o vigor das plantas e deu origem a um forte desavinho e bagoínha, que, ainda assim, proporcionaram uma colheita de uvas maduras e em perfeitas condições. As uvas foram posteriormente transportadas para a adega em caixas de pequena dimensão e pisadas a pé, seguindo os preceitos ancestrais da região do Douro, e tendo o vinho estagiado em balseiros de carvalho durante dois anos nas caves da Real Companhia Velha em Vila Nova de Gaia.


Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014 um Douro com a expressão máxima da casta

O ano de 2014 assinala a 15.ª edição do Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc. Uma colheita diferente, um vinho ainda melhor, resultante de muita investigação, experimentação e investimento da Real Companhia Velha. O Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014 mantém a estrutura e a generosidade do Douro, mas representa agora e simultaneamente a expressão máxima de um varietal desta casta. Uma afinação de perfil conseguida pela estreita colaboração entre as equipas de viticultura e enologia.


De cor amarelo pálido, o Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014 apresenta um aroma muito expressivo: com leves notas de espargos, pimenta verde e toranja bem integrados por uma evidente impressão de mineralidade. Na prova mostra-se um vinho rico e intenso, que ao mesmo tempo preserva um sentido de leveza e frescura. É um Sauvignon Blanc que impressiona desde já, mas com potencial de crescimento em garrafa. Ideal para beber à mesa, preferencialmente com ostras, peixe grelhados e carpaccios.

Embora seja um dos maiores sucessos comerciais da Real Companhia Velha, que se esgota ano após ano, a equipa tinha o sentimento de que era possível fazer ainda melhor. Iniciou assim, há dois anos, um processo de investigação e experimentação onde afinou ao mais ínfimo pormenor a produção deste Sauvignon Blanc. Sem dúvida, o melhor que fizemos até hoje., afirma Pedro Silva Reis, o presidente da empresa.

Em 2014, a vindima passou a ser determinada planta a planta com auxílio de fotografias aéreas, tiradas com drones, posteriormente processadas através de um complexo programa informático que nos revela o índice de vigor de cada cepa. Segue-se a marcação no terreno das respectivas manchas dentro de cada parcela, permitindo determinar a data exacta e ideal em que as uvas podem ser colhidas, maximizando assim a qualidade e a característica varietal. Este método implica, no entanto, várias passagens de vindimadores pelo mesmo talhão, o que provoca um aumento significativo dos custos de vindima.

As uvas, uma vez separadas na vinha, são tratadas de forma diferente na adega e de acordo com o seu potencial varietal. O tipo de prensagem, as estirpes de leveduras, o nível de oxigénio, o grau de clarificação e a temperatura de fermentação são adaptadas às características de cada mosto. Introduzimos também um sistema de controle das pressões a utilizar nas prensas, medindo a condutividade que nos facilita o controle da extracção para valores óptimos em termos de qualidade. Como não há bela sem senão, o rendimento da prensagem baixa, o que significa também um incremento dos custos no lado da vinificação.

O resultado de todo este esforço e investimento traduz-se na excelência deste Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014, cujo preço de venda ao público recomendado é de € 12,00.

Este é um artigo de divulgação cujo conteúdo é da inteira responsabilidade do produtor ou promotor do produto ou serviço divulgado. O blogue Reserva Recomendada divulga esta nota de imprensa na convicção de que poderá ser útil aos seus leitores embora o seu conteúdo possa não corresponder à opinião e linha editorial do autor deste blogue.

Guia das Tascas e Tabernas de Portugal - www.wook.pt

Os Jantares do Festival do Vinho do Douro Superior 2014

Já faltam menos de duas semanas para a edição de 2015 do Festival do Vinho do Douro Superior e depois de ter deixado ficar por aqui os instantâneos das visitas que efectuámos âmbito da última edição do Festival do Vinho do Douro Superior é a vez dos jantares. Ficam só a faltar as provas. Foram dois os jantares em que tivemos a oportunidade de participar. Um deles fazia parte do programa aberto ao público do festival e o outro foi organizado pelo produtor Palato do Côa para convidados do produtor e da organização.

Os Jantares do Festival do Vinho do Douro Superior 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Refresh - Bairrada Meets Coimbra 2015 desafia-o a brindar com espumantes

Nota de imprensa

No último dia do mês, Domingo, 31 de Maio, o convite é para ir até Coimbra provar a excelência dos espumantes Bairrada. A cidade vai ser palco de uma apetecível mostra que reunirá muitos dos players de uma das mais singulares regiões vitivinícolas do país. A 4.ª edição do Refresh - Bairrada Meets Coimbra volta a realizar-se nas Piscinas do Mondego, localizadas à beira do rio que lhe empresta o nome e integradas no Parque Verde, com a silhueta da cidade como pano de fundo.

Divulgação: Refresh - Bairrada Meets Coimbra 2015 desafia-o a brindar com espumantes - reservarecomendada.blogspot.pt

Páginas mais Populares em Abril de 2015

Os artigos mais populares no mês de Abril de 2015 foram:

Páginas mais Populares em Abril de 2015 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: 7ª Grande Mostra de Vinhos espera mais de dez mil visitantes em Albufeira

Nota de imprensa

De 16 a 18 de Maio, os vinhos nacionais regressam ao Espaço Multiusos de Albufeira (EMA). A 7ª Grande Mostra de Vinhos de Portugal, iniciativa a cargo da Confraria do Bacchus de Albufeira afirma-se como uma das mais conceituadas e visitadas mostras de vinhos realizadas a sul do país e conta, nesta edição,atrair mais de dez mil visitantes. Com casa cheia no que toca aos expositores, o certame tem entrada gratuita. Para degustar os vinhos em exibição basta adquirir (por três euros) o copo alusivo ao evento.

Divulgação: 7ª Grande Mostra de Vinhos espera mais de dez mil visitantes em Albufeira - reservarecomendada.blogspot.pt

As Visitas do Festival do Vinho do Douro Superior 2014

É já daqui a menos de três semanas que se vai realizar a 4ª edição do Festival do Vinho do Douro Superior. Ao longo dos últimos anos este evento tem vindo a consolidar a sua presença no calendário anual de eventos vínicos em Portugal. Se grande parte do seu público parece ser local, este evento tem vindo a atrair cada vez mais visitantes, a pretexto dos seus vinhos, para uma região com um grande potencial turístico que parece no entanto ainda sub-explorada. No ano passado tive a oportunidade de lá ir mas acabei por nunca fazer aqui a devida justiça ao que por lá vi e provei. Na altura fiz um pequeno artigo sobre o evento e durante o ano recuperei alguns momentos aqui, ali e acolá mas nunca cumpri a promessa de falar das visitas, dos jantares e das provas. Este ano devido ao furacão Rafael não poderei lá voltar mas não queria deixar passar esta edição sem deixar por aqui os instantâneos deste evento numa espécie de antevisão do que poderão encontrar caso decidam lá ir.

As Visitas do Festival do Vinho do Douro Superior 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Moscatel Joaquim Arnaud e Quinta dos Plátanos na Bienal de Veneza

Nota de imprensa


Moscatel Joaquim Arnaud e Quinta dos Plátanos na Bienal de Veneza

Os clássicos vinhos Quinta dos Plátanos Tinto 2010, Quinta dos Plátanos Branco 2013 e o Moscatel de Setúbal 2012 de Joaquim Arnaud marcarão presença, dia 6 de Maio, em Veneza – Itália, num evento com mais de 115 anos de história: La Biennale di Venezia, 2015.

Divulgação: Moscatel Joaquim Arnaud e Quinta dos Plátanos na Bienal de Veneza - reservarecomendada.blogspot.pt

Novidades de Abril de 2015

As novidades de Abril de 2015 foram as seguintes:

Novidades de Abril de 2015 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: ACPP inaugura Biblioteca Gastronómica

Nota de imprensa

A ACPP, Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, inaugurou a primeira Biblioteca Gastronómica, um espaço de informação, documentação e dinamização pedagógico-cultural ligado à gastronomia nacional e internacional. Cerca de 1500 itens relacionados com as diferentes áreas da gastronomia estão já disponíveis, para consulta, a toda a comunidade profissional, sócios e não sócios da ACPP, docentes e alunos de escolas profissionais do sector e ao público em geral.

Divulgação: ACPP inaugura Biblioteca Gastronómica - reservarecomendada.blogspot.pt